Bem-vindos!

"....Novos mundos ao mundo irão mostrando".
Os Lusíadas, Canto 2-45
Luís de Camões

Foi no ano de 1500 que uma poderosa esquadra, comandada por Pedro Álvares Cabral, parte do Tejo para fincar a bandeira de Portugal em terras do novo mundo, e, a seguir navegar para a Índia, repleta de riquezas e de uma cultura milenar. As frágeis caravelas portuguesas são responsáveis por um ir e vir de um sem número de produtos. Recebemos doces mangas, enviamos pungentes malaguetas. Da Índia veio nosso gado e para lá enviamos nosso caju.

Hoje, apesar das manifestações de caráter nacionalista, acreditamos que além das especificidades de costumes, é por meio da harmonia entre as culturas que construiremos novos paradigmas de convivência. Obviamente, nenhum ser existe sem alimento. Frente à diversidade oferecida pela mãe-natureza escolhemos produtos e optamos por uma forma de manuseio ou preparo. Estamos assim manifestando a cultura à qual pertencemos. 

A culinária brasileira, bem como a indiana está repleta de pimentas, cocos, cravos, canelas, coentros, castanhas de caju. Nossas comidas de cores vibrantes, exalam perfumes sedutors. Que tal amalgamar essas duas culinárias, essas duas culturas? Deixemo-nos viajar, não mais em caravelas, mas através da culinária, para mostrarmos novos mundos ao mundo! 

Nasce assim nosso blog. Curry com Ginga: um blog com receitas, histórias, dicas e harmonia. 

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Creme picante de batatas e rábano

A receita que apresentamos a vocês esta semana foi inspirada em primeiro lugar pelo friozinho que estamos vivendo em São Paulo: como qualquer sopa ela nos aquece, mas o picante da pimenta acentua o calor que ela nos transmite. Outra inspiração nos veio da visita ao mercado onde encontramos tentadores rábanos, para quem não os conhece ,eles são a “batata/raiz” do salsão, muito consumidos na Europa (celeriac em inglês) fazem um purê delicioso, e é parte importante de nosso creme. Finalmente, a BBC transmite um programa culinário bastante interessante chamado Economy Gastronomy, nele muitas são as propostas para evitar o desperdício na hora de cozinhar. Bom, precisamos dar uma explicação: nunca usamos caldos industrializados ao cozinhar, ou seja preparamos o caldo de carne, compramos um pouco mais do que devíamos de mandioquinha ( batata-baroa), e ao finalizar o preparo do bacon restou sua gordura, que é sem dúvida bastante saborosa.
Decidimos então fazer uso de tudo que nos sobrou ou foi comprado em excesso. Com a mandioquinha (batata-baroa) fizemos um pão de mandioquinha, no Come-se – http://come-se.blogspot.com/- vocês encontram uma ótima receita, a nossa é extremamente parecida mas acrescentamos a gordura do bacon, ou seja retirem um pouco da quantidade de manteiga e acrescentem a gordura que sobrou. Com o “sub-produto” do caldo fizemos um maravilhoso acompanhamento para saladas ou recheio para um sanduíche: desfiamos a carne do caldo, amassamos a cenoura, cebola, salsão, adicionamos um tomate picadinho, cheiro verde, sal, azeite e um pouquinho de balsâmico, mas neste momento vale a pena deixar por conta de sua imaginação, crie e evite o desperdício. Gostaríamos de agradecer à Neide Rigo por informações nutricioonais que nos deu.


Creme picante de batatas e rábano

Ingredientes:

2 litros de caldo de carne
8 batatas médias em cubinhos
1 rábano grande em rodelas
1 mandioquinha (batata-baroa) em cubinhos
6 talos de salsão limpos e picados
2 colheres de sopa de creme de leite fresco
4 fatias de pão integral cortadas em cubinhos
2 pimentas dedo-de-moça, sem sementes, picadinha
Salsinha picada para decorar
1 colher de café de sal grosso
1 colher de café de alecrim picadinho
3 colheres de sopa de azeite
100 gr de bacon, em fatias, finamente picado
Sal e pimenta do reino

Preparo:


O Creme

1. Em uma panela grande coloque o caldo de carne juntamente com as batatas, mandioquinha e rábano e deixe-os cozinhando em fogo brando até que tudo esteja muito macio.
2. Espere esfriar e bata todos os ingredientes no liquidificador.
3. Volte o creme para uma panela e aqueça, mexendo de quando em quando.
4. Acrescente o creme de leite fresco.
5. Acerte o sal e adicione a pimenta do reino.

Os croutons

1. Pré aqueça o forno a 180 graus Celsius.
2. Coloque em uma vasilha os cubinhos de pão e tempere-os com o sal grosso, o azeite e o alecrim.
3. Deixe-os dourar mexendo de vez em quando.
4. Retire-os do forno e deixe-os esfriar para que fiquem bem crocantes.

O bacon

1. Coloque o bacon picadinho em uma frigideira antiaderente.
2. Deixe-o em fogo brandíssimo até que fiquem bem torradinhos.
3. Com a ajuda de uma escumadeira, retire-os da gordura que se formou e coloque-os em papel toalha para esfriar.

Dica: costumo cortar o bacon congelado, pois é mais fácil cortá-lo bem pequenininho.

A montagem

1. Coloque a sopa em pratos individuais ou em uma sopeira.
2. Espalhe por cima a pimenta dedo-de-moça picadinha e a salsinha.
3. Sirva o creme acompanhado dos croutons e do bacon.



Um comentário:

  1. Obrigada, Meninas! Vou já usar meu rábano também. Parabéns, beijos, N

    ResponderExcluir